As 10 melhores cidades turística de Goiás

Que tal conhecer um pouco mais sobre Goiânia?
29 de julho de 2017
Como a água surge no óleo diesel?
29 de julho de 2017

As 10 melhores cidades turística de Goiás

Como falamos no outro post, Goiânia é realmente um cidade linda, que foi planejada e desejada, a capital reflete então a grande beleza de todo um estado, Goiás. Na verdade o Brasil todo é digno da expressão popular “Deus é brasileiro”, porque afinal de contas nosso país conta com praias, clima agradável, natureza encantadora como nenhum outro, e as vezes por isso vamos colocando destinos de outros estados a frente e nos esquecemos de nosso próprio maravilhoso estado.

Hoje vamos conhecer 10 cidades que se você ainda não conhece precisa colocar na sua agenda para visitar o mais rápido possível. Essas cidades foram apontadas pelo Guia Curta Mais após extenso estudo e avaliação, vamos lá?

1º Lugar – Caldas Novas

Com certeza você deve ter pensado que seriam Caldas Novas mesmo, afinal de contas esse é um destino considerado por pessoas do Brasil todo, é a grande campeã. Conhecida por suas aguas termais, é uma cidade que compõe a maior potência hidrotermal, recebe cerca de 4 milhões de turistas do mundo todo, além de ser considera a quarta cidade turística que não é capital, e hoje é o maior polo hoteleiro de Goiás. Além das piscinas e agitações, afinal de contas ela sedia o mega evento Caldas Country, Caldas Novas oferece o Parque Estadual da Serra onde você encontra trilhas e cachoeiras, abrindo espaço para o ecoturismo e o turismo de aventura, e recebe eventos de porte nacional.

Dica do Guia Curta Mais:  Relaxar nas piscinas de águas termais, que brotam do chão em temperaturas que variam entre 43° e 70°, e possuem propriedades terapêuticas e medicinais; Curtir uma temporada nos clubes aquáticos e de águas termais: são mais de 200 piscinas termais e mais de 20 clubes aquáticos na cidade, que possui 130 mil leitos com taxa de ocupação média e alta durante todo o ano; Pesca esportiva, passeios de barco, canoagem, jet ski e outros esportes aquáticos no Lado de Corumbá, lago artificial de 65 km² que abastece a Usina Hidrelétroca de Corumbá I; Trilhas, esportes radicais e banhos de cachoeira no Parque Estadual Serra de Caldas Novas, área de preservação criada em 1970 para proteger a região de reabastecimento do lençol termal da região; Visitar o Jardim Japonês, inspirado nos jardins de templos budistas, espaço repleto de misticismo e um convite à meditação;

Conheça mais sobre a cidade: Secretaria de Turismo de Caldas Novas e CAT-Caldas Novas: (64) 3454-3524

2º Lugar – Pirenópolis

Uma cidade tombada, cuidada pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1989 é uma cidade tradicional, com história e muita cultura a oferecer aos visitantes. É uma cidade de personalidades como o escultor goiano José Joaquim de Veiga Valle e dos cantores sertanejos Zezé di Camargo e Luciano. Um lugar tão belo e paradisíaco, oferece passeios pela cidade com visitas às cachoeiras e trilhas do Parque Estadual Serra dos Pireneus, e ainda recebe grandes festivais de gastronomia, cinema, festas religiosas e muito mais.

Dica do Guia Curta Mais: Conhecer as construções do Centro Histórico de Pirenópolis, como a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, o Cinema e o Teatro Pirineus e a Casa de Câmara e Cadeia; Conhecer a Cidade de Pedra, a maior cidade de pedra do Brasil, com diversas formações rochosas que formam cânions, labirintos e pedras de formatos que lembram animais e rostos; Trilhas, montanhismo, arborismo, rapel e banhos de cachoeira no Parque Estadual Serra dos Pirineus, que tem por objetivo preservar os sítios naturais de relevância ecológica e histórica, e que abriga a cachoeira do Abade, com 22 metros de queda e rodeada por uma praia de areia branca; Visitar as cachoeiras do Lázaro, do Rosário, da Fumaça, da Meia Lua e dos Dragões.

Conheça mais sobre a cidade: Secretaria de Turismo de Pirenópolis: (62) 3331-2416 | CAT – Pirenópolis: (62) 3331-2633

3º Lugar – Cavalcante

Essa é a cidade responsável por mais de 70% da área total do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros que esta ligado a UNESCO, oferecendo aos visitantes cachoeiras, serras, rios e cânions fazem o cenário da cidade, onde o Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga, a maior comunidade quilombola do País. Ou seja, em Cavalcante é possível você aliar cultura, historia e muita natureza.

Dica do Guia Curta Mais: Visitar o Povoado Kalunga do Engenho II e conhecer as tradições quilombolas, além de descobrir as belezas naturais do Sítio Histórico, como a Cachoeira da Capivara, a Cachoeira Candaru, com 70 metros de queda d’água, e a Cachoeira de Santa Bárbara, a 5ª cachoeira mais visitada do Brasil, com 35 m de queda que formam um poço de água cristalina, com pontos esverdeados e azuis; Trilha, rapel, escalada e esportes radicais na Ponte de Pedra, um enorme arco de pedra aberto trabalho das águas do Rio São Domingos, com um salto de quase 100m de altura; Visitar as 7 cachoeiras do Complexo do Rio do Prata: Pratinha I, II, III, IV,V, Rei do Prata, Urubu Rei;

Conheça mais sobre a cidade: Prefeitura Municipal de Cavalcante: (62) 3494-1193 | (62) 3494-1399 | Secretaria de Turismo de Cavalcante e CAT – Cavalcante: (62) 3494-1507

4º Lugar – São Miguel do Araguaia

Se você gosta de pescar, esse é o lugar certo para ir, afinal de contas sombra e água fresca por aqui não faltam. Essa cidade favorece intensamente os praticantes de esportes náuticos, aquáticos e quem ama pescar.

Dica do Guia Curta Mais: Pesca esportiva em Luiz Alves, distrito de São Miguel do Araguaia (e cenário da novela “Araguaia”, da Rede Globo!); Banho e esportes aquáticos na Praia do Foguete: Mais pesca esportiva, banhos e jet ski nos rios Araguaia, Cristalino, Crixás e Pintado; Acesso à Ilha do Bananal, maior ilha fluvial do mundo e Reserva da Biosfera pela UNESCO.

Conheça mais sobre a cidade: Secretaria de Turismo: (62) 3977-7152 | (62) 3977-7153 | CAT – São Miguel do Araguaia: (62) 3382-3140

 

5º Lugar – Aruanã

Assim como São Miguel do Araguaia, Aruanã também favorece os amantes dos esportes aquáticos, além de favorecer a pesca – mas é importante checar as temporadas próprias e autorizadas. Também dá para ter acesso a um pouco da cultura, principalmente a indígena, porque bem “ali” tem uma comunidade inteira que ainda vive as tradições.

Dica do Guia Curta Mais: Pesca esportiva, banho e prática esportes aquáticos nos Rio Araguaia e Rio Vermelho; Camping às margens dos Rios Araguaia e Vermelho; Descobrir o Encontro dos Rios Araguaia e Vermelho; Conhecer a comunidade indígena Karajá e suas tradições.

Conheça mais sobre a cidade: CAT – Aruanã: (62) 3376-1442

6º Lugar – Mineiros

Parque Nacional das Emas? Sim, Mineiros é considerada uma das portas de entrada para lá. O mais impressionante é que foram catalogadas mais de 150 cachoeiras em Mineiros, sendo assim uma cidade ideal para o eco esporte, além de possuir uma mística em torno dela.

Dica do Guia Curta Mais: Observar o fenômeno da bioluminescência no Parque Nacional das Emas; Boia-cross, flutução e safári no Parque Nacional das Emas; Trekking, hiking e rapel na região da Chapada do Pinga Fogo; Cachoeirismo e banhos nas mais de 150 cachoeiras catalogadas, como a dos Dois Saltos, do Ribeirão Invernadinha e do Rio Verde.

Conheça mais sobre a cidade: Secretaria de Cultura e Turismo: (64) 3661-0005 | CAT – Mineiros: (64) 3661-0006

7º Lugar – Colinas do Sul

Compõe a Chapada dos Veadeiros, e é a única cidade banhada pelo Lago Serra da Mesa, e também são cercadas por diversas belezuras como trilhas, cachoeiras, mirantes, vales, serras, rios e lagos. A cidade tem grande potencial para o turismo de pesca e abriga o encontro dos rios São Miguel e Tocantinzinho, além de oferecer banhos termais.

Dica do Guia Curta Mais: Banhos nas águas termais; Pesca esportiva e banhos no Lago de Serra da Mesa, o segundo maior lago artificial do Brasil; Camping, trilhas e banhos na Reserva Particular do Patrimônio Natural Cachoeira das Pedras Bonitas; Acesso para o Parque da Chapada dos Veadeiros, unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza, que abriga cachoeiras e belezas naturais, atraindo turistas para trilhas, esportes radicais e banhos de cachoeira; Descobrir o encontro dos rios São Miguel e Tocantinzinho.

Conheça mais sobre a cidade: Prefeitura de Colinas do Sul: (62) 3486-1117 | Allan Kardec, da Secretaria de Turismo: (62) 9627-4477

8º Lugar – Formosa

Fazendo jus ao nome, Formosa é realmente uma cidade bela, e mais uma das que devem ser colocada no mapa dos apaixonados por natura e eco esporte. A cidade oferece grutas, cachoeiras, quedas livres, trilhas, e rampas de voo livre, além da sua beleza natural claro, sem contar que é em Formosa que está o Salto do Itiquira, o maior do Planalto Central, e o Vale do Paranã, palco do campeonato mundial de voo livre.

Dica do Guia Curta Mais: Rapel no Buraco das Andorinhas e das Araras, duas formações rochosas com grutas e rios subterrâneos de águas cristalinas; Voo livre na pista do Vale do Paranã, que recebe, todos os anos, o campeonato de voo livre; Jet Ski e esportes aquáticos na Lagoa Feia; Conhecer o Salto do Itiquira, no Parque Municipal do Itiquira – são 168 metros de queda livre, no maior salto de fácil acesso do Brasil; Descobrir as inscrições rupestres nos Sítios Arqueológicos da Toca da Onça e do Bisnau; Visitar as cachoeiras do Bisnau, do Indaiá e da Água Fria.

Conheça mais sobre a cidade: Secretaria Municipal de Turismo de Formosa: (61) 3981-1234 | CAT Formosa: (61) 9686-0142

 

9º Lugar – Caiapônia

Aventura poderia ser o novo nome de Caiapônia, afinal de contas é uma cidade cheia de morros e cachoeiras, como por exemplo o Morro do Gigante Adormecido ou as cachoeiras de Samambaia e da Abobora, além de outras belezas naturais.

Dica do Guia Curta Mais: Rapel, trilha, mountain bike e esportes radicais nas Cachoeiras da Samambaia, da Abóbora, da Jalapa, do Salto de São Domingos, de Santa Helena e de Salomão; Banhos mais tranquilos no Balneário do Lajeado; Rapel e trilhas no Morro do Gigante Adormecido.

Conheça mais sobre a cidade: Prefeitura de Caiapônia: (64) 3663-1025 | Secretaria de Turismo de Caiapônia: (64) 3663-2868 | Secretaria de Desporto e Lazer de Caiapônia: (64) 3663-1899

10º Lugar – Jataí

Por aqui também se encontra águas termais, e grandes clubes como o Thermas Park e o Hotel Thermas Bonsucesso, além de muito verde, camping, trilhas, esportes radicais como tirolesa, canoagem, rafting e muito mais. É uma cidade muito rica culturalmente, a diversidade do povo é grande, tem descendentes de varias etnias: libaneses, sírios, palestinos, além de ser muito prospera comercialmente.

Dica do Guia Curta Mais: Jet ski no Lago Bom Sucesso; Pesca esportiva e esportes aquáticos no Rio Claro; Rapel e trilhas nas cachoeiras do Lajeado e do Bom Sucesso, e no Clube de Campo Ponte de Pedra; Banhos e diversão nos clubes de águas termais Thermas Park Jatahy e Hotel Thermas Bonsucesso.

Conheça mais sobre a cidade: Prefeitura de Jataí: (64) 3632-8800 | CAT – Jataí: (64) 3632-4004 | Plantão: (64) 9612-5147

E não só essas cidades, em Goiás temos outros destinos belos, uma diversidade cultural, natureza rica e muito mais, vale a pena viajar.

Gostou?

Deixe seu comentário, conte-nos se já foi em algum destes pontos, ou conte-nos sobre outros locais.

Até o próximo post.

× FALE COM A GENTE!