Óleo Lubrificante: posso misturar?

Multas e infrações 2016: confira aqui as mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
5 de maio de 2014
Manutenção preventiva: o que é e para que serve
7 de maio de 2014

Óleo Lubrificante: posso misturar?

Você acompanhou em um post anterior em nosso blog como prolongar a vida do seu motor, e um dos cuidados é a troca de óleo do motor e já conhece também o percurso do óleo no carro e sabe que ele é para o veiculo o que o sangue é para nosso corpo, então deve ter cuidado extra com o produto usado e a troca.

Surgem então diversas duvidas na cabeça de todo proprietário, perguntas como:

– O que fazer? Uso a mesma marca sempre, ou posso usar o mesmo produto de outra marca? – Quais são os riscos reais de misturar óleo lubrificante?

Então vamos lá esclarecer:

Misturar é permitido ou não?

Não é recomendado e diríamos que é praticamente proibido pelo bem e prolongamento da vida do seu veiculo. O principal motivo é que os aditivos podem não combinar, e com isso anular os benefícios de um e do outro. Caso o nível do seu lubrificante esteja abaixo do mínimo permitido, essa ocasião emergencial permite a mistura desde que se tenha o zelo de manter a viscosidade recomendada pelo fabricante do seu veiculo.

E se eu misturar o que pode acontecer?

O resultado será a incompatibilidade e o seu motor não será lubrificado e com isso ocorrerá:

  • Corrosão no motor;
  • Perda de eficiência;
  • Aumento do consumo de combustível e
  • Formação de borra.

E essa borra vai ser um grande problema para seu veiculo, muitas das vezes poderá custar um novo motor.

Mas o que é essa borra?

Ela é a solidificação do óleo – quando as partículas solidas do desgaste natural do motor se juntam as partículas do óleo colando e decantando-se, e que acontece quando ele perde suas características aditivas, que podem ser causadas com o tempo, por isso devemos completá-lo / trocá-lo periodicamente, e também pode ser causada devido a incompatibilidade da mistura.

Como evitar q borra no meu motor?

  • Faça manutenção preventiva;
  • Fique atento a data de troca do óleo;
  • Não misture óleos de diferentes especificações;
  • Mantenha seu motor regulado;
  • Trocou o óleo troque também o filtro;
  • Verifique a credibilidade de onde abastece seu veículo.

E o que acontece quando forma borra no motor do meu veiculo?

Quando acontecesse essa cristalização do óleo acontece e se perdurar elas vão ficar tão sólidas que vão causar o travamento do motor ou se soltarão e vão entupir os dutos de lubrificação do veiculo.

Ok, eu não sabia disso e misturei óleos, o que devo fazer?

O primeiro passo é verificar as tampas e partes metálicas da entrada de óleo do motor, se estiver visível o acumulo dos resíduos na parede o segundo passo é procurar sua oficina de confiança para uma verificação do motor. Caso a borra seja inicial o problema poderá ser resolvido com a utilização de um flush químico removedor, mas se ela já estiver avançada, será necessária uma limpeza mais profunda.

E você ainda pode assistir esse vídeo e entender um pouco mais sobre a borra e o que fazer para evita-la em seu veículo.

Gostou da dica?

Então compartilha com todos e até a próxima.

× FALE COM A GENTE!