Confira a diferença entre câmbio automático e manual

O que eu posso alteral no meu veículo sem estar fora da lei?
30 de julho de 2017
A importância do uso da estopa, pois reduz o descartes de tecidos
30 de julho de 2017

Confira a diferença entre câmbio automático e manual

Num post anterior nós falamos por aqui dos tipos de carro: SUV, sedan, hatch para que você pudesse entender a diferença entre eles e assim de forma mais segura escolher o mais adequado para você, e você pode conferir clicando AQUI, e hoje vamos falar sobre câmbio automático.

Mas o que é câmbio?

É um componente tanto de carros e motos, que servem para troca de marchas do sistema de transmissão, que tem a grande e importante funcionalidade detectar a relação entre a velocidade e a rotação do motor do veiculo, e assim possibilitar a troca de marcha.

Com a evolução da tecnologia, os fabricantes perceberam que trocar a marcha podia não só ser cansativo como dificultoso para algumas pessoas, e com isso surgiu o câmbio automático, que é um sistema que troca as marchas quase que imperceptível para o condutor.

Ao contrário do câmbio manual, ou câmbio mecânico, que utiliza engrenagens de tamanhos diversificados e engatas que são individuais, no câmbio automático o funcionamento é via um sistema de engrenagens planetárias que sim possuem tamanhos diferentes mas todas estão engatadas entre si fazendo com que a relação da força seja dada de acordo com a ordem que estão conectadas as engrenas.

E quais são as vantagens e desvantagens?

A maior vantagem com certeza são o conforto, a segurança, a facilidade, a maior durabilidade do motor e de todos os componentes da caixa de transmissão, já as desvantagens são basicamente o maior consumo do combustível e o custo elevado em relação ao câmbio manual ou mecânico como é conhecido.

Os tipos de câmbio automático

  1. Automático

Como já explicamos esse câmbio funciona com engrenagens planetárias em uma única peça trabalha junto com o conversor de torque que acopla o motor à caixa de transmissão.

  1. Automatizado

A embrenhagem nesse caso não apenas continua no lugar como ainda mostra sua permanência, porque o sistema eletrônico aciona a embrenhagem, ele analisa parâmetros de sensores de velocidade e rotação ele faz as trocas automáticas devido aos atuadores hidráulicos.

  1. Automático de dupla embrenhagem

São duas embrenhagens que atuam no lugar do conversor de torque automático, possui um disco de embrenhagem que aciona todas as marchas pares e ré, enquanto um disco menor faz o acionamento das impares. Esse câmbio enquanto uma marcha está engatada a próxima já está pré acionada.

  1. CVT

No Continously Variable Transmition ou Transmissão Continuamente Variavel, tem uma caixa de variação continua que busca constante relação, não há marchas pré definidas, ou seja, a transmissão está sempre na faixa de aproveitamento máximo do motor que é realizado de acordo com a pressão feita no pedal do acelerador.

O interessante em um carro automático é que ele sofre menos com o descompassamento entre a faixa de rotação do motor e a marcha adequada a velocidade, afinal de contas no automático esses dois sistemas conversam entre si, e os engates das marchas são feitos em total sincronia com a faixa de rotação do motor.

De forma geral temos que salientar que o reparo dos câmbios automáticos são mais caros, e para um carro desse é super necessário ficar atento a troca de óleo e do filtro.

Alguns proprietários de veículos nos perguntaram se é possível realizar a troca do câmbio manual por câmbio automático, bom possível é sim, porem financeiramente essa troca se torna inviável ou seja, para realiza-la só se você realmente for super apaixonado e apegado ao seu veiculo, porque uma das mudanças exige a instalação de um modulo eletrônico que gerencia a transmissão, e toda essa alteração custará o valor de um veiculo novo.

Bom então na próxima compra de veiculo você já pode levar em consideração um carro de câmbio automático.

 

 

FALE COM UM ATENDENTE